«

»

Abr 23

SALVE NOSSO PAI OGUM!

Amados Irmãos,

Que as bençãos de Nosso Pai Oxalá, com a vibração do Senhor das Espadas, Ogun, estejam com todos! Desejou o grande demiurgo desse pequeno e amado orbe, Nosso Pai Oxalá, que nos recolhêssemos física e espiritualmente, como ainda mais uma oportunidade de reavaliação dos rumos da humanidade e, claro, de cada um daqueles que receberam a benção de aqui estar em carne e sensações na busca do constante aperfeiçoamento.

Para Nossa casa a paralização dos trabalhos corresponde ao primeiro momento em 49 anos que estamos fisicamente instalados e 55 de existência.

Devemos colher este momento também como sagrado em nossa Lei de Umbanda, para nos prepararmos para o alvorecer da mudança que se seguirá. Ela não começou agora e, creiam, somente pela intervenção dos protetores dessa humanidade está bem aquém da intensidade com que se aproximou. Prosseguira, ainda, com outros matizes essa regeneração.

Para nós do CEANSG, Corrente e Assistência, um vazio físico e sentimental ocorre, pois não teremos juntos nesta Lua Grande a emoção da Alvorada de Nosso Pai Ogum e nem a emocionante procissão. Teste de Fé!

Em verdade as giras nunca são iguais como sabemos e este ano não será diferente.

Façamos juntos o exercício de nos irmanamos em concentração entorno de nossas firmezas no nosso sagrado solo e no alvorecer do dia 23 firmarmos o pensamento no raiar do sol e, juntos, rogarmos a Nosso Pai Ogum que com sua invencível lança nos livre das vicissitudes físicas e espirituais, grandes neste momento, mas que também saímos dessa dificuldade com conhecimento e sabedoria com que esses momentos nos trouxeram.

Nossa bela história iniciada no longínquo 15 de agosto de 1965 e marcada com o também distante 23 de abril de 1971, quando assentamos nossas firmezas no solo sagrado que hoje nos acolhe se fortalece cada vez mais.

Sejamos dignos de nossos antecessores nesse trabalho de
Fé, Esperança e Caridade, levantando cada vez mais a chama que nos foi passada e certamente um dia passaremos adiante, para aqueles que dela necessitam a vislumbrem de mais longe e com maior nitidez, qual farol a guiar os caminheiros em sua jornada e que possamos estar preparados para receber a abençoada visita de nossos Guias e os auxiliarmos na prestação da CARIDADE.

Compartilho a imagem do texto, da oração, da súplica escrita por nosso irmão primeiro, Ogã do CEANSG (hoje ad perpetuam rei memoriam) Edson da Silva, certamente sob os auspícios de nossos Guias-Chefes para a mesma comemoração que hoje fazemos, em 1973. Permanece atual.
Renovemos nossas esperanças e avancemos com Fé renovada para a nova aurora.

Viva Zambi!
Salve Nosso Pai Oxalá!
Salve Nossa Mãe Yemajá!
Ogun Yê!